Barra de vídeo

Loading...

segunda-feira, 28 de março de 2016

7 mitos sobre musculação que precisam morrer

 

Se você não tem visto os resultados que gostaria na academia, existem grandes chances de você ainda estar preso em fundamentos ultrapassados que são perpetuados como verdades absolutas.
A seguir, veja os principais mitos que estão fazendo você ficar estagnado e como contorná-los para acelerar o progresso na academia.

Mito 1 – “Para gerar hipertrofia, tudo o que você precisa é de uma alimentação saudável”

Mesmo treinando pesado todo santo dia, muitos não vêm os resultados esperados. Porém, ao serem questionados sobre a dieta, a resposta mais comum é algo parecido com: “mas eu já tenho uma alimentação saudável”.
Meu amigo, você pode ter a dieta mais saudável do planeta; evitar refrigerantes, fastfoods, bebidas alcoólicas e ainda sim ser pequeno e fraco.
De nada adianta comer apenas frango com batata doce o dia inteiro, se as quantidades totais de macronutrientes não batem com o seu objetivo. Em suma, no que diz respeito a dieta e hipertrofia, não somente a qualidade importa, mas a quantidade também.

Mito 2 – “Barras proteicas são perfeitas para substituir refeições”

Não. A não ser que você esteja fazendo suas próprias barras e controlando os ingredientes, a maioria das barras proteicas comerciais estão longe de serem substitutos de refeições.
Pior. São processadas, contém mais proteína de soja de que qualquer outro tipo, geralmente são adoçadas com aspartame (adoçando ligado à vários problemas de saúde), e ainda custam muito caro pelo pouco benefício que entregam.
Precisa substituir uma refeição ? Faça você mesmo suas barras proteicas ou hipercalórico caseiro.

Mito 3 – “Se o seu objetivo é melhorar a definição muscular, você precisa seguir um treino com pesos específico”

Definição é o conjunto de boa quantidade de massa muscular com baixo percentual de gordura. Dizer que você precisa fazer um treino com pesos “específico” para gerar definição é uma das maiores tolices do mundo da musculação.
Geralmente para este objetivo é indicado aumentar o número de repetições e diminuir o descanso entre as séries, para “queimar” mais. Bem, a única coisa que você vai “queimar” fazendo isso é a sua própria massa muscular.
Quer ganhar definição ? Foque todos os seus esforços em ganhar massa muscular com o mínimo de gordura (dieta para hipertrofia e treino pesado). Após conseguir uma quantia significativa de massa, só então pense em diminuir o percentual de gordura.
Desde já, jogue fora ideias mirabolantes como querer “crescer definido” ou “ganhar massa muscular e perder gordura ao mesmo tempo”, pois isto dificilmente vai acontecer.

Mito 4 – “Se você não sente dores no dia seguinte, o treino foi perdido”

A famosa dor após o treino é uma reposta do corpo gerada pela inflamação dos músculos que pode simplesmente parar de acontecer quando o corpo se acostuma. Portanto, nem de longe, a dor é um marco confiável de progresso.
Atletas olímpicos ficam décadas sem sentirem dores e nem por isso param de progredir e bater novos recordes.
dor depois do treino
Os únicos meios válidos para avaliar o progresso de um treino é através do que acontece no próprio treino (o progresso de cargas) e o que você vê no espelho. Se basear na dor para medir o progresso é uma estrada de via única para ganhar uma bela lesão ou ultrapassar sua capacidade de recuperação.

Mito 5 – “O importante é estar ‘morto’ depois do treino”

Existe uma linha muito tênue entre treinar pesado e treinar demais.
Digamos que você precisa fazer apenas 3 exercícios para peito porque sua divisão de treino tem frequência alta e é necessário usar o volume exato de exercícios, séries e repetições para conseguir se recuperar até a próxima sessão.
Você dá o sangue, faz todos os exercícios usando o máximo de carga, sempre na beira da falha e buscando mais progresso que no treino anterior. A sessão foi curta, você ainda tem um pouco de energia no tanque, mas a missão foi cumprida – isto é treinar pesado.
Agora, chegar na academia, sem nenhum propósito específico, escolher os exercícios na hora e aplicar um monte de técnicas de intensidade como dropsets, giantsets, negativas, com o mero intuito de sair destruído da academia – isto é burrice.
Você não precisa necessariamente sair da academia de ambulância para gerar ganhos, você precisa ter uma meta e cumpri-la.
Um cara que faz supino com 100kg por 8 repetições, e que às vezes vai embora sem suar, mas cumpre o objetivo (porque no treino anterior ele só conseguia levantar 95kg), sempre vai ser maior que o cara que chega perto de morrer na academia porque fez centenas de dropsets com os pesos cor-de-rosa da academia de 2kg, sem nenhum propósito definido a não ser ir embora sem conseguir levantar os braços.

Mito 6 – “Não tem problema usar açúcar mascavo e mel, eles são naturais”


Muitas pessoas que iniciam no mundo da musculação, de maneira inerente, tentam levar uma vida mais saudável. E algo muito comum são pessoas substituindo o açúcar refinado por alternativas como açúcar mascavo e mel, e os usando sem controle “porque não tem problema já que eles são naturais”.
Realmente, ambos possuem mais vitaminas e minerais do que o açúcar refinado, mas no final da história, nenhum deles deixam de ser açúcares e vão trazer os mesmos malefícios se usados em excesso.
Em suma, se você está ganhando banha porque se entope de açúcar refinado, você vai ficar cada vez mais gordo se continuar usando mel na mesma quantidade. Moderação é a chave, sempre.

Mito 7 – “Suplementos são completamente inúteis”

Ao mesmo tempo que é possível ganhar massa muscular sem nunca precisar abrir um pote de suplemento na vida, dizer que os mesmos são completamente inúteis é um baita tiro no pé.
E esta tendência está cada vez maior, já que agora virou moda dos pupilos do GH15 (que ironicamente nunca chegaram nem perto de GH na vida) dizer que todo e qualquer suplemento é inútil.
É tudo muito bonito enquanto a mamãe prepara suas refeições em casa e a sua única preocupação na vida é chegar na academia no horário marcado pra treinar com seu parceiro de treino. Uma situação totalmente diferente é quando você precisa trabalhar uma parte do dia, estudar na outra e ainda conseguir comer para ganhar massa muscular. Neste caso, os suplementos não só serão úteis, mas podem ser o único meio de conseguir todos os nutrientes que você precisa para crescer.

Palavras finais

Mudar o corpo para melhor já não é a tarefa mais simples do mundo, não precisamos de mitos para dificultarmos ainda mais as coisas. Livre-se desses mitos sem medo e acelere os seus ganhos hoje mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário