Barra de vídeo

Loading...

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Alongamento costas


Para as costas / dorsais, irá necessitar de uma barra horizontal fixa e forte na qual se possa pendurar. Como as costas são uma parte corporal que trabalha tanto para si dia após dia, esta é uma peça de equipamento que deveria estar presente em todas as habitações.
Este tipo de barra é fácil de instalar pode ser usada para uma série de excelentes exercícios para além de apenas para alongar as costas.
Agarre a barra, pendure-se, e pense em relaxar completamente o corpo. Poderá demorar algum tempo até começar a conseguir descontrair-se completamente, mas mais cedo ou mais tarde você irá conseguir fazê-lo.
Enquanto estiver pendurado inspire e expire de forma lenta, isso irá ajudá-lo a relaxar enquanto expande e contrai o tórax, tensionando e em seguida aliviando a pressão sobre os discos das vértebras.
Alongamento costas
Agora que está pendurado e descontraído, baixe o seu queixo de forma lenta até ao esterno (peito), isto irá aumentar ainda mais o alongamento da parte medial e superior das suas costas.
Um outro movimento, que alonga mais a parte medial das costas, é o da imagem abaixo.
Alongamento costas
Para começar a realizar este movimento, comece por colocar-se em pé em frente a uma barra ou um poste fixo. Fique a cerca de 30 cm da barra, com os pés juntos e agache-se. Coloque uma mão na barra e puxe o corpo para trás de forma lenta. Mantenha essa posição durante 10 segundos e depois retorne à posição inicial

Benefícios do alongamento das costas:

  1. Ajuda a limitar a deterioração dos discos intervertebrais.
  2. Reduz o risco de herniação dos discos.
  3. Fortalece os grupos musculares das costas.
  4. Realizado antes dos exercícios, particularmente antes dos treinos com pesos pesados, irá aquecer os músculos em preparação para o esforço que se irá seguir.
  5. Depois do exercício, este tipo de alongamento irá ajudar a alongar e afrouxar os músculos das costas, ajudando assim a aliviar a dor muscular residual.
*NOTA: Antes de experimentar este exercício, é vivamente recomendável que consulte um profissional de saúde no caso de sofrer de dores persistentes nas costas ou zona lombar ou no caso de já ter sofrido lesões nessas áreas.

Alongamento peitoral


Para alongar o peitoral maior, estenda o braço e agarre um poste ou uma barra fixa com a mão a um ângulo de 90° em relação ao torso. Depois comece a rodar de forma lenta o peito na direção oposta à barra de apoio. Quando terminar um lado, passe para o lado oposto e alongue o outro lado do peitoral maior.
Para garantir que está a alongar todo o peitoral maior repita este exercício com a mão 6 centímetros mais alta e depois seis centímetros mais baixa.
Este exercício alonga sobretudo o músculo peitoral maior, mas também a parte anterior do deltoide e o bíceps braquial. alongamento peitoral

Benefícios do alongamento do músculo peitoral maior:

  • Aumenta a flexibilidade dos músculos peitoral, deltoides e bíceps.
  • Melhora a circulação sanguínea para o peitoral, deltoides e braços
  • Afrouxa (relaxa) os músculos dos ombros / peito antes de realizar as séries mais pesadas e extenuantes que envolvam qualquer aspecto da parte superior do seu corpo.
  • Realizados entre as séries dos exercícios, os alongamentos podem ajudam a evitar cãibras que possam ocorrer nesses músculos durante a realização do seu programa de exercícios.

Para Que Serve O Condicionamento Físico?

Você gostaria saber para que serve o condicionamento físico?

O seu conceito pode ser definido como ato ou efeito de condicionar o corpo tornando-o apto para a realização de tarefas motoras específicas.
E para que isso aconteça é preciso trabalhar com treinamentos as diversas valências físicas ou capacidades do corpo.
E essas capacidades físicas são potência, força, velocidade, equilíbrio, agilidade, coordenação motora, flexibilidade e a resistência.
Em relação à saúde podemos dizer que significa a capacidade do sistema cardiovascular e do sistema respiratório de trabalharem em conjunto com o músculo esquelético.
Esse trabalho em conjunto produz a energia necessária para as tarefas do cotidiano com o mínimo de dor e cansaço. São os chamados movimentos funcionais.
Em outras palavras um bom condicionamento físico voltado para a saúde, proporciona ao indivíduo uma melhor aptidão física, que é a capacidade de realizar tarefas diárias com vigor e vivacidade.
Estando bem condicionado fisicamente confere ao indivíduo a capacidade de executar tarefas do cotidiano sem o risco de lesões, com menor esforço e ainda com maior rendimento.

Qual A Importância Do Condicionamento Físico?

O exercício melhora o condicionamento físico
Todos nós sabemos que praticar uma atividade física é essencial tanto para a saúde física quanto mental.

Fazer exercícios físicos significa condicionar o próprio corpo, isso é importante tanto para atletas como pessoas comuns.

Para pessoas comuns estar bem condicionado fisicamente não significa necessariamente atividade física intensa, desgastante ou exercícios físicos monótonos. 

Para obter um bom condicionamento físico, é preciso apenas manter periodicidade ou a regularidade na prática de exercícios.

Isso vai possibilitar uma vida mais plena com saúde e melhor qualidade de vida.

Já para os atletas é necessário uma intensidade maior e estar no auge do seu condicionamento proporciona a execução de movimentos específicos do seu esporte com a maior a precisão possível.
Saber reconhecer que um bom condicionamento físico pode beneficiar a nossa vida ajuda a reforçar ainda mais a sua necessidade e importância, em termos de disciplina e dedicação em um treino físico.

Benefícios Do Condicionamento Físico


O nosso corpo foi programado para movimentar-se e ser sempre o mais eficiente possível.

À medida que praticamos as mais variadas atividades físicas e com tipos diferentes de exercícios melhora também nosso condicionamento.

Entre os principais benefícios podemos destacar:

  • O controle do peso corporal;
  • A prevenção e tratamentos de doenças;
  • A redução da taxa de colesterol e gordura;
  • A diminuição do risco de lesões;
  • A melhora do humor;
  • A boa qualidade do sono, entre outras. 

O condicionamento físico é importante para se viver saudável e ter uma longevidade maior com qualidade e com ausência de doenças.

A busca por um bom condicionamento físico deve ser contínua, ou seja, promovida ao longo dos anos para obtenção de uma qualidade de vida saudável.

Independente de ser atleta ou não, manter um bom condicionamento pode facilitar as realização das tarefas do dia a dia, deixando o corpo mais resistente.

Portanto procure praticar exercícios com regularidade e com acompanhamento profissional. A sua saúde só tem a ganhar com isso.

Gostou deste artigo em curta e compartilhe! Deixe o seu comentário logo abaixo.

sexta-feira, 24 de novembro de 2017

5 suplementos perigosos a evitar!


5 suplementos perigosos que deve evitarOs suplementos dietéticos podem não ser tão seguros com pensa e alguns podem mesmo provocar danos sérios e irreversíveis para a saúde dos consumidores.
Até suplementos bem conhecidos como o saw palmetto, chá verde e Aloe vera podem causar problemas hepáticos e num passado pouco distante, o termogénico Hydroxycut e os suplementos da linha Herbalife também foram associados a casos de hepatotoxicidade.(1)
Todos os anos, e apenas nos Estados Unidos, os efeitos adversos associados ao uso de suplementos são responsáveis por cerca de 23 mil visitas às urgências.(2)

Pró-hormonais:

pré-hormonal androstenedionaOs pró-hormonais mais conhecidos são: Androstenedione, 4-androstenediol, 5-androstenediol, 19-norandrostenedione, 19-norandrostenediol (Bolandiol) e este género de suplementos promete aumentar os níveis de testosterona, a força, a massa muscular, ajudar a perder gordura e a melhorar o desempenho sexual.(3)
No entanto, a maioria dos estudos realizados até hoje não confirmaram essas promessas. Os pró-hormonais não proporcionam efeitos anabólicos nem ergonénicos no homem. Pelo contrário, verificou-se que podem provocar elevações significativas e anormais dos níveis de estrogénio e hormonas relacionadas.(3)
Apenas num estudo em que os voluntários ingeriram uma dose oral de 200 mg ou mais de androstenedione ou androstenediol se observou um aumento modesto e de curta duração dos níveis de testosterona; No entanto, este aumento foi acompanhado por elevações ainda maiores dos níveis de estrogénio.(4)
Essas elevações anormais dos níveis de estrogénios associam-se a um aumento do risco de cancro da próstata ou pancreático.(3)
Para além disso, em alguns estudos também se observou uma diminuição significativa dos níveis de colesterol HDL, o que aumenta o risco de doença cardiovascular.(3)

Designer Steroids

Embora muitas vezes sejam chamados de potenciadores de testosterona, pró-hormonais ou esteróides naturais, estes suplementos são, na verdade, esteróides anabolizantes de potência variável, com uma estrutura básica similar à da testosterona.(5)
A principal diferença relativamente à testosterona é que quase todos eles têm modificações que permitem aumentar a sua biodisponibilidade oral, sendo a mais comum a 17-alfa-alquilação,  que também aumenta o seu nível de toxicidade, sobretudo hepática.(5)
Os designer steroids mais conhecidos são: o Superdrol (methasteron / methyldrostanolone),  Ultradol (Methylstenbolone), Epistane (Methylepitiostanol), DMT (Dymethazine), MENT (Mentabolan/Trestione), Methylclostebol, Trestolone, Methoxygonadiene e Methylstenbolone.(5)
Os possíveis efeitos secundários derivados da ingestão são relativamente similares aos da ingestão de esteróides androgénicos orais e incluem:(5)
  • Hipertensão
  • Policitemia
  • Dislipidemia
  • Cardiotoxicidade
  • Hepatotoxicidade
  • Nefrotoxicidade
  • Infertilidade
  • Hipogonadismo secundário
  • Acidente vascular cerebral isquêmico
  • Dependência, em cerca de 30% dos utilizadores.
Já foram descritos vários casos de complicações de saúde atribuídas ao uso de Superdrol e outros “designer steroids”, incluíndo, hepatotoxicidade severa, insuficiência hepática, colestase grave, icterícia, toxicidade renal, falha renal aguda e nefropatia por IgA.(5-10)
É comum o uso de suplementos “hepaprotetores” para mitigar os efeitos hepatotóxicos dos “designer steroids” e esteróides anabolizantes. Geralmente esses “hepaprotetores” contêm N-acetilcisteína, extracto de cardo mariano (milk thistle) e outras ervas, mas não há evidências de que tenham qualquer efeito protetor contra a hepatotoxicidade induzida por esteróides androgénicos orais.(5)

 Hipericão (Erva de São João)Hipericão erva de são joão

O hipericão, também conhecido como Erva de São João, é um suplemento bastante popular e habitualmente usado no tratamento da ansiedade, depressão, cortes e queimaduras.(11)
Embora alguma literatura considere o hipericão relativamente seguro em doses moderadas, o facto é que o seu consumo não é isento de riscos sérios, principalmente quando é ingerido juntamente com vários tipos de fármacos e alguns suplementos de ervas.(11)
Os efeitos secundários mais comuns são: sintomas gastrointestinais, reações alérgicas, tonturas, confusão, inquietação, letargia e secura da boca. Havendo também casos isolados de neuropatia tóxica aguda e mania induzida.(11)
Para além disso, vários estudos apontam para outros possíveis efeitos indesejáveis, incluindo efeitos fototóxicos no olho, mais precisamente nas proteínas α-cristalina da lente humana, células epiteliais da lente humana e células epiteliais de pigmento retinal humano, após a ingestão de hipericão em combinação com luz visível ou UV.(11)
Sendo o hipericão um agente farmacologicamente ativo, pode gerar interações com vários outros fármacos, induzindo enzimas hepáticas ou intestinais a remover fármacos do organismo ou a metabolizá-los em formas inactivas, podendo provocar reações adversas como: (11, 12)
  • Reduzir os níveis plasmáticos de ciclosporina A, resultando assim na rejeição de orgãos em pacientes transplantados.
  • Diminuir os níveis plasmáticos anti-retrovirais usado no tratamento do HIV.
  • Diminuir a eficácia de contraceptivos orais, provocando um aumento de gravidezes não planeadas e do sangramento associado aos períodos menstruais.
  • Reduzir as propriedades anticoagulantes da varfarina.
  • Reduzir os níveis plasmáticos de digoxina, um fármaco usado no tratamento de problemas cardíacos.
  • Reduzir em 59% os níveis de voriconazole, um agente antifúngico.
  • Reduz a biodisponibilidade e o rácio de eliminação das benzodiazepinas (sedativos) quazepam, alprazolam e midazolam.
Pode ainda:
  • Induzir mania ou hipomania em pacientes com desordem bipolar.
  • Provocar fotosensibilidade reversível que pode conduzir a lesões cutâneas eritematosas após exposição solar.
  • Em combinação com antidepressivos contendo paroxetina, sertralina, venlafaxina, nefazodone, clomipramine e outros, pode provocar a síndrome da serotonina, caracterizada por tremores, taquicardia, hipertensão, sons intestinais hiperativos, diaforese e hipertermia.
Também estão documentados casos em que o hipericão potenciou os efeitos sedativos de um número elevado de outros suplementos/ervas, bem como os seus efeitos adversos.(11)
Dada a possibilidade de sofrer efeitos secundários devido à toma do Hipericão, sobretudo quando combinado com a ingestão de determinados fármacos e suplementos/ervas, aconselhamos vivamente que consulte um médico antes de iniciar a sua toma.

Chaparral

O Chaparral, outro suplemento de ervas, é usado no tratamento da acne e problemas da pele; no tratamento de herpes familiar incluindo: herpes simplex, herpes zoster, citomegalovírus e Epstein-Barr, gripes e constipações.
Também é usado como diurético, para “desintoxicar” o sangue e o fígado, para tratamento da artrite, reumatismo e bursite, como antioxidante e no tratamento de vários tipos de cancro.(13)
Infelizmente, em vez de “desintoxicar”, o chaparral pode ter efeitos tóxicos no fígado e está associado a danos hepáticos agudos a crónicos irreversível, com falha hepática fulminante.(13, 14)
No final de 1992 a FDA emitiu recomendações que incluem o evitamento da ingestão de chaparral por este estar associado a hepatite aguda tóxica.(13)

Tussilago farfara

Tussilago farfaraEsta é uma planta medicinal que tem vindo a ser usada sobretudo no tratamento de problemas respiratórios, mas também em problemas gastrointestinais, urinários, reumatismo, irritações cutâneas e para “purificar o sangue”.(15)
Esta planta contém alcalóides pirolisados, compostos tóxicos biosintetizados pela planta que têm como função protegê-la dos animais hervíboros.(15)
Estes compostos tambêm têm efeitos tóxicos no ser humano, incluíndo efeitos carcinogénicos e hepatotóxicos, podendo causar principalmente doença veno-oclusiva hepática e ainda doença tromboembólica venosa .(15-17)

Conclusão

Neste artigo apenas foram alguns dados exemplos de suplementos que podem provocar danos à saúde. Um grande número de outros suplementos, principalmente suplementos de ervas usados na medicina ayurvédica e medicina chinesa podem provocar efeitos tóxicos, sobretudo no fígado.(1)
Uma vez que seria impossível abordar todos os suplementos perigosos ou potencialmente perigos neste artigo, apelo ao leitor para que use o seu sentido crítico e efetue uma pesquisa prévia do suplemento que pretende adquirir, de forma a assegurar-se de que não irá usar suplementos potencialmente prejudiciais para a sua saúde.
Como já deve saber, antes de iniciar a toma de um suplemento, é sempre aconselhável consultar um profissional de saúde, preferencialmente um nutricionista e/ou o seu médico.

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Batata doce em pó oferece vantagens?


U Fabíola Cunha  

A batata doce em pó é uma versão desse item tão presente na culinária nacional, que caiu nas graças dos praticantes de atividades físicas. A batata doce é um carboidrato inteligente, uma fonte nutritiva de energia de baixo índice glicêmico. Além disso é rica em ferro e vitamina A.
batata doce em pó
Ela mantém os níveis de energia durante o treino, repondo glicogênio e eletrólitos nos músculos, além de ser um carboidrato complexo, liberado em ritmo lento. Excelente para ser ingerida pré e pós-treino, ela tem apresentação em pó para facilitar o consumo por atletas. A batata doce em pó promete oferecer o melhor da matéria prima com apresentação de excelente qualidade.

Como a batata doce em pó pode ser usada?

batata doce em pó
A batata doce em pó pode ser utilizada para os pães, purês e shakes de proteína. Assim ela pode acompanhar pratos à base de carne, frango e peixe, para lanches e snacks inteligentes.
Com uma ou duas colheres do preparado, que é vendido por diversas marcas, a batata doce em pó no shake, por exemplo, promete a recuperação de energia, enquanto a proteína auxilia na musculatura.

Benefícios da batata doce em pó

batata doce em pó
A ingestão de batata doce em pó promove a melhora da integridade intestinal e o aumento da resistência a infecções. Ajuda na regulação da síntese e da degradação de proteínas. Faz o fornecimento de energia para células de rápida proliferação.
Os carboidratos têm um papel crucial na atividade de fornecer energia para as células musculares. Embora sejam vistos muitas vezes como vilões, eles podem ser divididos entre os carboidratos inteligentes e os vazios.
Os inteligentes devem sim ser consumidos com consciência e na quantidade certa. A batata doce é tão maravilhosa pois possui carboidratos da família dos complexos, que têm digestão lenta.
Ela proporciona fornecimento gradativo de energia para as atividades mais duradouras e tem baixo impacto na produção de insulina (muita insulina converte nutrientes em gorduras).
A batata tem um nutriente importante chamado betacriptoxantina com ação anti-inflamatória. Além de prevenir doenças como artrite, ela beneficiar o tecido muscular.
O tecido muscular pode entrar em processo inflamatório devido à intensidade e duração dos exercícios. A batata doce em pó, além de prática e fácil de utilizar, ainda ajuda na recuperação muscular, evitando a degradação física.

Quais os benefícios do monitor cardíaco?


U Fabíola Cunha

O monitor cardíaco, nome popular do frequencímetro, é um aparelho que mede e registra os batimentos cardíacos durante a prática de atividade física. Ele pode ser usado na corrida, mountain bike, musculação, natação, entre outros.
monitor cardíaco
Ele é de grande utilidade para que o praticante de atividades físicas saiba se seu esforço está além de sua capacidade ou se pode aumentar a intensidade do exercício.

Com uma noção maior do que ocorre em seu sistema cardiovascular, o usuário sente-se mais seguro e confiante. E pode estabelecer um plano mais preciso de evolução da prática física. Um monitor cardíaco é uma ferramenta que pode acrescentar benefícios à rotina de treinos do usuário.
O equipamento funciona com uma cinta ajustada ao tórax, na altura do coração, que pode enviar o registro dos batimentos cardíacos para um receptor, no caso um relógio ou smartphone.
Assim o usuário visualiza sem problemas a frequência cardíaca sem necessidade de parar o exercício para checar sua frequência.

Quem pode usar o monitor cardíaco?

monitor cardíaco

O monitor de frequência cardíaca pode ser usado por praticantes amadores ou profissionais de esportes. Atividades como futebol, handebol, corrida de curta ou longa distância, crossfit, musculação, atividades aeróbicas diversas, caminhadas, entre outras.
Em caso de dúvidas ou doenças cardiorrespiratórias pre-existentes, é ideal procurar um cardiologista ou educador físico. Assim é possível receber orientações sobre o uso e a interpretação dos registros oferecidos pelo monitor cardíaco.
Uma excelente arma na luta para melhorar o condicionamento físico, além de registrar a frequência cardíaca durante o exercício. Muitos monitores também indicam a quantidade de calorias consumidas com o exercício, o consumo de oxigênio e quanto tempo o atleta permaneceu realizando atividades na mesma intensidade.
monitor cardíaco
É muito importante saber qual a frequência cardíaca máxima (FCM). E é muito fácil calcular esse número para manter o ritmo durante a prática. Homens: 220 menos a idade atual. Mulheres: 226 menos a idade atual.
Acima dos 25 anos a frequência pode variar para mais ou menos 12 enquanto para menores de 25 anos a frequência pode variar para mais ou menos 10.